Skip to main content

Manifestação em defesa da vida

Na caminhada pela paz realizada hoje, dia 15/03/14, em Montes Claros, com o tema “Manifestação em defesa da vida e contra o tráfico de órgãos e pessoas”, a Campanha Contra a Violência reforçou seus pedidos e defendeu:

    1. A grandeza da vida se manifesta na simplicidade de pequenas ações em defesa dela. Ninguém é tão pobre que não possa doar, nem tão rico que não possa receber. Por conseguinte, mais que pedido e convite, um apelo: “Compartilhe a vida”. Doar sangue não dói. Trata-se de gesto nobre e deve ser incentivado. Seja, também, doador de medula óssea e de órgãos;
    2. Por questão de coerência, manifestou contra: o racismo, a discriminação, a eutanásia, o aborto, o tráfico de órgãos e de humanos, por tratar-se de crimes graves que banalizam a vida e com eles, a campanha não comunga;
    3. “Chegou à hora de construir a paz, ninguém suporta o desamor”. Para construir a paz é preciso: largar as armas, usar ferramentas adequadas, falar e agir como pacifista, usar termos e ideias que enalteçam a paz e não a violência. É necessário combater, de forma eficaz: a corrupção, a fome, o racismo, a discriminação, o tráfico de órgãos e humanos e unir forças numa ação pró paz. Assim agindo, com as bênçãos de Deus e o empenho dos humanos, um dia, justiça e paz se abraçarão. Mas respeita opiniões contrárias.

Objetivos da Campanha:
“Transformar o Brasil na Bandeira da Paz”;
“Queremos um Mundo sem Guerras e sem Violência”

“A distância do impossível ao possível é do tamanho da determinação das pessoas”.
“Para a luz de Deus brilhar, transforme se em lâmpada”.

Exerça a cidadania. Junte-se a nós. Abrace esta causa.

Sobre o Autor



Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Entendemos que a forma mais civilizada e simpática de combater a violência é promovendo a paz. Construir a paz é urgente e necessário. É missão de todos.
Acompanhe