--> Prêmio Parnaso de Cultura | Campanha Contra a Violência Skip to main content

Prêmio Parnaso de Cultura

Reconhecer a criatividade, o desempenho e habilidade do ser humano é virtude de poucos. O Prêmio Parnaso de Cultura, na pessoa do Jornalista José Luis, demonstra sensibilidade ao destacar a dádiva de Deus na arte de todos. Cada um participa da construção da sociedade a seu modo, conforme: a profissão, o dom, a motivação, o comportamento ético, a conduta moral e exemplar.

O artesão vê sua imaginação no barro e na madeira que esculpe e em outras matérias primas que molda e retira os excessos, restando apenas, a escultura, objeto de seu trabalho. De forma semelhante, podemos retirar do País o excedente, o que não contribui para construir a paz e harmonia entre os povos, “transformando o Brasil na Bandeira da Paz”. Para que isto aconteça é necessário que aprendamos respeitar e conviver com as diferenças, exercitando a cultura do perdão e da paz.

“Ferramenta nas mãos de bom operário realiza boas obras. Como instrumentos nas mãos de Deus, podemos operar até milagres”. “Para a luz de Deus brilhar, transforme-se em lâmpada”.

Construir a paz é urgente e necessário. É nossa missão. A paz se fomenta reconhecendo, respeitando e resgatando o direito de todos, sobretudo, de viver dignamente. A Campanha Contra a Violência entende que a forma mais civilizada e simpática de combater a violência é promovendo a paz.

A Campanha tem como princípio a paz mundial e harmonia entre os povos e propõe ao cidadão (ã) rever conceitos, analisar procedimentos e assumir responsabilidade objetivando minimizar problemas de ação e justiça social. Para incrementar tais comportamentos, com fulcro nos artigos 1º e 8º do Regimento, cria-se a EFP – Escola de Fomento à Paz.

Como diz o cancioneiro popular. “Chegou à hora de a gente construir a paz, ninguém suporta o desamor”. A campanha entende que, para construir a paz, é preciso: usar ferramentas adequadas, falar e agir como pacifista. Usar termos e idéias que enalteçam a paz e não a violência. É necessário combater, de forma eficaz: a corrupção, a fome, o racismo, a indiferença, o bullying, a discriminação, o tráfico de órgãos e humanos e unir forças numa ação pró paz. Assim agindo, com as bênçãos de Deus e o empenho dos humanos, um dia, justiça e paz se abraçarão. (Respeita a opinião contrária).

A construção da paz e da harmonia intra familiar, povos e nações já foi desejo dos homens, hoje é necessidade da humanidade, façamos isto ou teremos o mundo comprometido com o mal.

A paz e harmonia entre os povos dependem da forma de pensar, ser e agir de cada um, inspirado nos ensinamentos de Cristo e no testemunho da bondade de Deus encarnada no ser humano.

A campanha, na pessoa de seu idealizador, tem convicção, que pela manifestação do amor de Deus e o fruto do trabalho humano, um dia, justiça e paz se abraçarão e convida a humanidade promover a paz e harmonia entre os povos.

Sobre o Autor



Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Entendemos que a forma mais civilizada e simpática de combater a violência é promovendo a paz. Construir a paz é urgente e necessário. É missão de todos.
Acompanhe