--> Refugiado e seu sofrimento | Campanha Contra a Violência Skip to main content

Refugiado e seu sofrimento

O refugiado/imigrante não é bandido como alguns pensam. É ser humano, muitas vezes sofredor, injustiçado, perseguido. Crianças, jovens, adultos, famílias inteiras que sofrem fome, sede, frio, medo, doenças e ameaças de morte, em buscam da sobrevivência migrando para outros países. Correndo da morte em seus países, se desloca por longas distâncias por mar, terra, ferrovias e/ou hidrovias, ao encontro da terra prometida. Alguns países deveriam reconhecer dívida, em consciência, para com eles. O Brasil, a exemplo de outros países, os devem muito. A Pátria brasileira é acolhedora. Aqui se encontram inúmeras colônias: polonesas, japonesas, italianas, portuguesas, outras, que prestaram e prestam relevantes serviços ao País e aos brasileiros.

No período colonial brasileiro, foram praticadas injustiças enormes contra africanos trazidos a força, em porões de navios negreiros, e submetidos a serviços pesados, gratuitos, degradante e forçados como se fosse raça inferior. Na condição de brasileiro nato, sinto-me envergonhado e, a eles, mais que desculpas, peço perdão pelos atos selvagens e desumanos praticados através do tráfico de negros. Tratamento semelhante foi dispensado aos índios encontrado no Brasil por ocasião de sua descoberta. Hoje, o sangue da raça negra e dos índios escravizados ou não, são o nosso sangue. O que seria do Brasil não fosse estes nossos irmãos? Eles não estão só na história do Brasil, más, principalmente, em nossos corações. A vocês, a nossa gratidão.

País com população envelhecida, fica com o futuro ameaçado, por conseguinte, pode ter no imigrante/refugiado a esperança e garantia de sua existência. Pense nisto!

O Pai Eterno, Criador do céu, da terra, das águas, dos animais, de todas as coisas visíveis e invisíveis, “Criou o mundo” e deixou tudo para servir os seres vivos. O principal deles é o homem. Por conseguinte, temos uma morada chamada “Pátria Terrestre”. É nela que vivemos. A discriminação é obra dos homens. Sejamos mais amigos, compreensivos, solidários, amáveis e busquemos tratar o nosso semelhante de forma mais humanizada. Deus nivelou a criatura humana concedendo-a o valor máximo. Para Ele, Deus, seus filhos têm o mesmo valor. Cada um, vale uma ALMA.

Queremos um mundo sem guerras e sem violência.
Vamos transformar o Brasil na bandeira mundial da paz.

Sobre o Autor



Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Entendemos que a forma mais civilizada e simpática de combater a violência é promovendo a paz. Construir a paz é urgente e necessário. É missão de todos.
Acompanhe